Cabelo e Tecido !

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Não, não leste mal, é isso mesmo: quero fazer uma comparação aqui que pode ajudar a raciocinar quando tiveres alguma dúvida em relação aos cuidados do seu cabelo.

Comecei a pensar nisso ao ver muitas receitas caseiras pela internet, e questionar algumas delas. Pesquisando um pouco sobre os ingredientes das receitas, comecei a ver o que tinha e o que não tinha fundamento, e vi que comparar cabelo com tecido (tecido mesmo, pano!) pode ajudar a saber o que você pode ou não fazer. Quer ver?

-Finado cabelo, finado tecido.
Assim como o tecido, o cabelo não é vivo. Ele não respira, não processa, não come. O máximo que pode acontecer é que algum nutriente faça bem ao seu couro cabeludo, fora isso, inviste em vitaminas na alimentação que é muito mais certo.

-Amaciador = Condicionador
O mesmo raciocínio que vale para o amaciador de roupas vale para o condicionador: ele coloca as fibras no lugar, apontando para a mesma direção, organiza.



-Resíduos
Já aconteceu lavares uma peça de roupa e não enxaguares o suficiente? A peça fica enrugada, seca com uma textura esquisita, não é? Sem falar que com o tempo pode ir estragando a roupa, se fizeres isso sempre. Da mesma forma é preciso tirar o excesso de produtos do cabelo, especialmente os de limpeza, que não foram feitos para ficar nas fibras.

-Calor
Assim como o ferro quente estica a fibra da sua roupa, desamassando, o calor também deixa o fio suscetível à uma nova forma, mais esticada. A partir de 140º, a fibra do cabelo fica maleável e conseguimos deixá-lo liso. Então, podemos passar ferro no cabelo também, como as nossas mães faziam (na década de 60,70)? Eu não recomendo. Os instrumentos específicos para o cabelo tem a seleção adequada de temperatura que o cabelo suporta, e além disso são fabricados com materiais adequados (cerâmica, titânio, etc).

-Excesso de calor
Ainda pensando no ferro de passar roupa: já deixaste muito tempo em cima de um tecido pra ver o que acontece? Pois é, o excesso de calor, ou a a temperatura além do que o fio suporta também queima o cabelo, desbota a cor e pode até partir o fio.

-Fogo!
Já viram, aquele processo em que o cabelo é "queimado" à vela? Sim, já vi. E já vi no tecido também.
A costureira da minha mãe costuma dar acabamento em alguns vestidos com uma vela: ela vai passando a uma velocidade e distância adequadas para que o tecido fique selado e não desfie. Aquele procedimento nos cabelos tem a mesma finalidade. Mas atenção: da mesma forma que a costureira sabe o que está fazendo, o cabeleireiro também, com sua experiência. Não aconselho fazer isso em casa!

-Clareamento
Ambos os processos envolvem uma química pesada demais para a estrutura da fibra.

-Proteção Solar
Secar o tecido diretamente sob o sol faz com que ele perca a vivacidade da cor, que desbote ou "queime". Para durar mais, a roupa deve ser colocada a secar à sombra, ou do avesso. O sol prejudica o cabelo da mesma forma, modificando o seu tom. É melhor deixá-lo secar naturalmente quando for possível, e usar produtos que ofereçam proteção solar.

-Corte
Já experimentou cortar um tecido com uma tesoura qualquer? O resultado fica péssimo! Caso queiras experimentar cortar o teu próprio cabelo, inviste numa tesoura apropriada. Uma boa tesoura é tão importante quanto a boa mão do cabeleireiro.

-Bordado
A técnica famosa entre as celebridades tem fundamento. Já tiveste uma peça de roupa que começou a se desgastar e soltar pequenos pelinhos? Imagina passasses a tesoura em cada um deles, na extensão do tecido, e não somente nas bordas? Deixa a roupa com o aspecto renovado, não é? O bordado é isso, elas renovam o aspecto do cabelo tirando as pontas que saem e se arrepiam ao longo do cabelo, deixando aquele frizz esquisito.

Enfim, a intenção do post é mostrar que as estruturas são similares, e a comparação pode ajudar a pensar. Quando te deparares com um tratamento desconhecido, uma receitinha caseira milagrosa, podes raciocinar: o que aconteceria com um tecido se passasse por esse tipo de processo? Podes tirar suas próprias conclusões!

Sem comentários:

Publicar um comentário