7 tratamentos capilares para fazer em casa ou cabeleireiro

domingo, 8 de dezembro de 2013


1. Hidratação

Serve para: Repor água no interior do cabelo, que fica com as cutículas abertas pela perda quotidiana de humidade.
Indicação: Todo cabelo, inclusive o virgem.
Resultado: Cutículas fechadas, cabelo macio, suave e um pouco de brilho.
Como fazer: Lava o cabelo com shampo, retira a maior quantidade possível de água com a toalha, aplica a máscara e deixa atuar por 15 minutos. Enxágua e passa condicionador.
Frequência: Entre uma e duas vezes por semana.

2. Cauterização a quente (ou queratinização)

Serve para: Reparar ligações no córtex do fio partidas por procedimentos químicos. O principal ativo é a queratina.
Indicação: Cabelos quebradiços por causa da perda de queratina, provocada geralmente por relaxamentos à base de hidróxidos.
Resultado: Cabelo alinhado e mais forte.
Como fazer: Varia. No geral, o produto à base de queratina é aplicado no cabelo limpo. Sem lavar, é seco e esticado com a prancha, dissolvendo a queratina para maior penetração no córtex capilar.
Frequência: No máximo uma vez por mês.

3. Cauterização a frio

Serve para: Repor nutrientes perdidos pelos fios nos processos químicos e dar brilho.
Indicação: Cabelos pintados, descoloridos, com madeixas ou com elasticidade.
Resultado: Cabelo alinhado, com toque macio e brilho, além de controle da quebra.
Como fazer: Após lavar, aplica um fixador de pH no cabelo que fecha as cuticulas. Enxágua e aplica creme de ativos variados, como aminoácidos, ceramidas ou óleos. Estica com prancha.
Frequência: De uma a duas vezes por mês.


4. Reconstrução
Serve para: Reconstruir ligamentos do cabelo partido por processos químicos.
Indicação: Cabelos alisados ou relaxados que ficaram finos e muuuito quebradiços.
Resultado: Cabelos grossos e fortes (com aspecto de duro, mas sem frizz nem espigados).
Como fazer: O líquido reconstrutor age por 10 minutos no cabelo lavado. Após enxáguar, é feita massagem com máscara, lavagem e brushing.
Frequência: Uma vez por mês, pelo tempo indicado pelo profissional.

5. Blindagem ou selagem

Serve para: Proteger o cabelo do desbotamento e impedir que absorva a humidade do ar, causadora do frizz. É aconselhável ver se o produto aplicado não é para alisamento.
Indicação: Cabelo pintado, com madeixas e frizz.
Resultado: Maior duração da cor, redução do frizz e brilho.
Como fazer: Após lavar com champo próprio, aplica máscara. Enxágua, seca com secador, passa a prancha e óleo finalizador. Leva 50 minutos.
Frequência: Sempre que retocar a tintura (no mesmo dia ou até três dias depois).


6. Botox
Serve para: Preencher falhas ao longo do comprimento dos fios causadas pelo desgaste natural ou por processos químicos.
Indicação: Cabelos secos, geralmente muito oleosos na raiz e secos nas pontas.
Resultado: Textura uniforme, aspecto liso (mas com balanço), maciez e brilho.
Como fazer: Lava o cabelo com um bálsamo condicionador e aplica uma ampola líquida com ácido lático, elastina e colágeno (o trio repara o fio por dentro). Passa um termoativador, seca com secador e não laves a cabeça durante três dias.
Frequência: Uma vez por mês. 

7. Descongestionamento capilar

Serve para: Tratar o couro cabeludo, removendo a gordura produzida pelas glândulas sebáceas. É uma esfoliação na raiz do cabelo.
Indicação: Cabelo oleoso ou com seborreia.
Resultado: Controle da oleosidade, da caspa e da comichão.
Como fazer: Com o cabelo limpo, separa pequenas partes de cabelo e aplica uma loção com lauril sulfato de sódio só no couro cabeludo, esfregando com o cabo de um pincel ou da escova. Não uses as mãos.
Frequência: Sempre que lavares o cabelo. 


Sem comentários:

Publicar um comentário