Proteção solar - O que devemos saber.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Não é por o sol do Verão ter ido embora que devemos deixar de usar protetor solar. Há muitas coisas a entender ainda sobre ele.

1. Raios UVA e UVB.
Ambos danificam o DNA da pele. Os raios UVB causam as queimaduras solares e contribuem para desenvolvimento de cancro de pele. Já os raios UVA são ao grandes vilões do foto-envelhecimento, causando o aparecimento precoce de rugas e perda de elasticidade, e também contribuem para o cancro de pele.
2. O que é o FPS?
É a abreviação de Fator de proteção Solar, e indica o nível de proteção de um produto contra os raios UVB do sol. Para entender o que significa esse nível de proteção deve-se multiplicá-lo pelo tempo que a pele pode ficar desprotegida no sol, obtendo assim o tempo de proteção garantido pelo produto. Por exemplo: uma pessoa de pele clara pode ficar 10 minutos exposta ao sol sem ter queimaduras. Se ela aplicar um produto com FPS 30, terá então 300 minutos (10 x 30) de proteção solar, ou 5 horas.
3. Proteção UVA
É importante saber que o FPS é a medida apenas da proteção contra os raios UVB. A medida da proteção contra raios UVA é indicada com +, ++ ou +++. Prefere sempre produtos com proteção UVA ++ ou UVA+++. Se o produto não indicar o nível de proteção UVA, não compres.
4. Se é assim, porque é recomendado reaplicar o produto a cada duas horas?
Após duas horas na pele, o nível de proteção solar começa a ser reduzido, pois a atuação do produto é decrescente com o tempo. Além disso, essa estimativa é feita com base em estudos com condições controladas. No dia a dia, transpiramos, temos contato com roupas e vento, o que pode diminuir a eficácia do produto.
5. Manchas e envelhecimento da pele.
Com a exposição solar contínua, o colágeno da pele degrada-se, a pele perde elasticidade e torna-se mais flácida e enrugada. A produção dos melanócitos (células que produzem o pigmento da pele) torna-se errática e a pele fica com tom pouco uniforme e com manchas.
6. Como posso ter um bronzeado saudável?
Infelizmente, o único tipo de bronzeado saudável é aquele obtido com produtos que tingem a pele, ou autobronzeadores. Sempre que ficamos bronzeada com o sol, significa que danificamos a pele. O corpo aumentou a produção do pigmento melanina, que atua como o filtro UV natural da pele, na tentativa de proteger a sua pele dos danos da luz solar.
7. E os bronzeadores?
Nada mais são do que protetores solar de baixíssima proteção, que deixam a pele exposta aos danos do sol. Aquela cor “dourada” que observamos na pele é resultado de óleos presentes da fórmula que também tingem a pele.
8. E a maquilhagem com FPS?
Se o produto expõe no rótulo o nível da proteção UVB e da proteção UVA, podem usar como protetor solar. Atentando-se sempre para aplicá-lo em quantidade suficiente e reaplicá-lo a cada duas horas.
9. Eu tenho pele oleosa. Qual produto devo usar?
A exposição da pele desprotegida ao sol pode aumentar a incidência de acne. Procura produtos com fórmulas em gel, oil-free e com o indicação “não comedogênico” no rótulo, o que significa que o produto foi testado em voluntários e não provoca o aparecimento de acne.
10. Qual a forma correta de aplicar o produto?
Aplicar o protetor solar diariamente no rosto e em partes do corpo expostas à radiação. Aplicar cerca de 15 minutos antes de se expor ao sol. Reaplicar a cada duas horas.
11. E a vitamina D?
Bastam 20 minutos de sol algumas vezes por semana para que o organismo produza a vitamina D em quantidades suficientes. 
12. Se o sol faz tão mal assim, porque é tão gostoso?
Algumas pesquisas mostram que o sol pode causar dependência. Isso ocorre pois a pele produz endorfina em resposta à luz natural de amplo espectro, gerando sensação de bem-estar. Além disso, ocorre também a sensação de bem-estar psicológico, pois a luz solar é associada a momentos de lazer e relaxamento.

Sem comentários:

Publicar um comentário