Petrolato. O que é e por que faz tão mal ao cabelo?

segunda-feira, 30 de setembro de 2013


Para quem nunca ouviu falar, os Petrolatos são componentes derivados do petróleo e podem vir nos rótulos com os seguintes nomes: Óleo Mineral, Vaselina, Parafina Líquida, Petrolatum, Petróleo Liquefeito, Mineral Oil, Óleo de Parafina. Já postei uma lista aqui.
O Petrolato é usado nos produtos por ser um componente barato, e que dá maciez ao cabelo, lubrificação (evitar embaraçamento) e protecão (cria uma película em volta do cabelo que não deixa agressões externas entrarem no cabelo).  Na verdade ele funciona como uma "maquilhagem" que dá efeito imediato, e complicações a longo prazo.

Mas se ele faz tudo isso, porque faz mal?

O petrolato não é solúvel em água, ou seja, ele não sai totalmente do cabelo com água, o que causa um efeito acumulativo, que com o tempo pode deixar o cabelo seco.
Como eu disse acima, a maioria dos produtos capilares possuem esse componente, por ser barato, e baixar o custo de produção para os fabricantes.
Eu já sei disso há algum tempo mas nunca resolvi parar de usar as minhas máscaras por causa disso. Não acho que seja um problema assim tão grande (pior do que isto são os sulfatos presentes no shampoo por exemplo).

L’Oreal Absolut Repair VS Kerastase Masquintense

Duas máscaras muito badaladas entre no mercado de produtos de cabelo. As duas são profissionais, caras e amadas ou odiadas.

Cabelo é algo muito peculiar e cada pessoa reage de forma diferente a certos produtos. É preciso saber qual o tipo de cabelo e as suas necessidades, para então decidir o tipo de produto que será melhor. Preço e marca não garantem que um produto seja bom.
Nem ingredientes topo ou com alta tecnologia garantem que certo produto funcione, então a unica maneira é saber qual é o tipo de cabelo e como reagem aos ingredientes ativos dos produtos.
No caso da Absolut Repair e da Masquintense, ambas marcas que pertencem à L’Oreal, o que torna tudo mais dificil, pois as composições dos produtos são patenteadas, ou seja, nem todos os ingredientes ativos são listados na embalagem, o que é um grande problema. 
  • Nutritive Masquintense for Fine Hair by Kerastase – Máscara restauradora e fortificante, ideal para repor massa capilar. Tecnologia: DOSAGE GLUCO-ACTIVE 3, que combina Glicídios + Protídios + Lipídios, Glicídios deixam o cabelo mais grosso (efeito temporário), Protídios (queratina) fortalece o cabelo, Lipídios formam um capa protetora sobre o cabelo, alinham as cutículas e ajudam a reter a queratina (efeito temporário).


































  • L’Oreal Professional Series Expert Absolut Repair Cellular with Lactic Acid – Máscara restauradora, fortificante e hidratante. Tecnologia: Cellular with Lactic Acid ou seja alta quantidade de ácido láctico que é capaz de alterar a carga iônica das moléculas dos fios. A máscara remove o excesso de proteína dos fios e assim permite absorver outros componentes restauradores e hidratantes contidos no produto. Ela ainda alinha as cutículas e hidrata o cabelo.





















Masquintense – para cabelos elásticos, fragilizados, finos, tratados quimicamente. Ela é ótima para repor massa capilar.
Absolut Repair – para cabelos duros, grossos, tingidos, geralmente lisos ou ondulados que apresentam danos. Ela é ótima para alinhar os fios, reduzir frizz e hidratar.
Tenho a Absolut Repair da Loreal e devo dizer que detesto, a verdade que é que ela deixa os cabelo mais forte, isso não há dúvidas mas o cabelo fica sem brilho e cheio de frizz. Mas cada cabelo é um cabelo, por isso nada como testar :)

ABC dos Produtos de Cabelos

Existem muitos muitos produtos para cabelo atualmente e cada vez aparecem mais produtos no mercado para satisfazer as necessidades de todos os tipos de cabelo. Fiquem aqui com uma lista de tipos de produtos que existem :)

ACIDIFICANTES

Tem o propósito de selar as cutículas do cabelo, e equilibrar o pH após um processo químico. 



CASEIRO: Acidificantes caseiros muito utilizados para fechar a cutícula são vinagres de maça, vinagre de vinho branco, ou sumo de limão.







INDUSTRIAL: É um creme usado principalmente depois do cabelo sofrer algum processo químico muito forte com pH Alcalino, para fechar as cutículas do cabelo e poder permanecer a hidratação ou a cor depositada no cabelo. 





AMPOLAS
Existem milhares de tipos de ampolas, nem dá para fazer uma subdivisão, mas elas são basicamente para tratar o cabelo seco, danificado, para cabelo loiro, para ajudar no crescimento, entre muitas outras funções.





CONDICIONADOR
O condicionador tem como função devolver o óleo natural, fazendo com que o cabelo fique condicionado e adquiram uma camada protetora, essencial para o brilho e a nutrição. Devolver a maleabilidade e dar brilho ao cabelo também é uma função que faz parte da atuação dos condicionadores.




ESPECÍFICOS: são condicionadores que têm finalidades particulares em determinados tratamentos, como os anti-caspas que possuem componentes específicos como sais de zinco e selênio, estes elementos secam o cabelo, então o condicionador deve possuir elementos que amaciem o cabelo, para que o condicionador possa cumprir o seu dever.





HIDRATANTES: os condicionadores podem ser hidratantes, que entram no córtex do cabelo e melhoram a condição interna do cabelo. 




FINALIZADORES
Os finalizadores servem para dar acabamento ao cabelo, existem vários tipos e finalizadores para todos os tipos de gostos e finalidade que o consumidor irá querer.








ATIVADOR DE CACHOS: Em spray, creme ou gel, tem ativos que devolvem a elasticidade, define cachos, diminui o frizz e o volume. Ideal para cabelos de ondulados ou afro.




CERA:  Espécie de creme de consistência densa que modela o cabelo. Há o tipo com brilho e com efeito mate (opaco). Serve para dar movimento aos cabelos curtos.



DESFRIZANTE: Tipo de leave-in que facilita a escova, prolonga o efeito da prancha e controla os cabelos rebeldes. Prefiram os termo ativados, cuja ação é potencializada pelo calor do secador.





GEL: Um dos tipos mais usados e popular de fixador de penteados, tem uma fixação de leve a média, tendo em versões diferentes como sem álcool, com álcool, finalização molhada ou seca.





LEAVE-IN ou CREME PARA PENTEAR: É um hidratante sem enxaguar, reduz o frizz, hidrata, deixa maleável e modelado delicadamente, pode ser usado por todos os tipos de cabelo. 





MOUSSE: Produto na forma de espuma que modela o cabelo dá corpo e volume.





POMADA: Semelhante à cera, só que mais cremosa. Contém menos óleo, por isso a fixação é menor, finaliza penteados, controla o frizz e dá destaque às pontas de cabelos escalados. Ideal para cabelos curtos e médios.






SÉRUM ou SILICONE: Tipo de óleo mineral. O sérum é um genérico do silicone, repara as pontas temporariamente e dá brilho. Temporariamente, pois o silicone nem nenhum óleo mineral trata o cabelo, apenas mascaram os danos saindo na próxima lavagem.






SPRAY DE FIXAÇÃO: Há dois tipos: seco e húmido, finalizar ou montar um penteado. O seco fixa o cabelo e só sai quando lavado. O húmido deixa-os com aspecto molhado e permite a ser seco com secador após a aplicação.







SPRAY DE VOLUME: Similar à mousse. Mas pode deixar o cabelo com aspecto mais natural que o mousse, dá corpo e volume às madeixas.








LOÇÃO DE TRATAMENTO

As loções de tratamento são produtos líquidos ou quase líquidos que são passados diretamente no cabelo sem precisar retirar, servem para fortalecer ou hidratar, veja as opções:




ANTI-QUEBRA ou ANTI-QUEDABasicamente com o propósito de fortalecer o cabelo, o anti quebra fortalece o comprimento, sendo passado por todo o cabelo; e o anti queda fortalece a raiz do cabelo, segurando o cablo no couro cabeludo. 





MÁSCARA
Existem muitas máscaras capilares, porém elas são basicamente dividida em 3 categorias:




HIDRATAÇÃO: Serve para repor a água do fio, 90% das máscaras vendidas em supermercados são hidratantes, no composto normalmente vem chás, frutas, plantas. 


NUTRIÇÃO: Serve para repor o lipídio (gordura) dos fios, mascaras a base de óleos, ceras e manteigas são máscaras nutritivas. 



RECONSTRUÇÃO: Serve para repor as proteínas perdidas do cabelo, e dar corpo ao cabelo. Máscaras com proteínas, queratina, creatina, são máscaras reconstrutoras. Este tipo de máscara vale a pena investir um pouco mais, pois a maioria das máscaras mais baratas que dizem ser reconstrutoras, na verdade não passam de hidratantes. 


PRÉ SHAMPOO 

O pré shampoo é o produto utilizado antes do shampoo, podendo ser para a proteção do cabelo ou também para a esfoliação do couro cabeludo.







ESFOLIANTE: O Pré Shampoo esfoliante promove uma suave esfoliação no couro cabeludo, removendo a oleosidade e as impurezas com grânulos. Podendo ser comprado pronto ou feito em casa. 



ÓLEO: Pode ser usado óleos naturais no cabelo, ou também o muito conhecido Óleo Extraordinário da Elseve, antes da lavagem, isto faz com que os cabelos fiquem nutridos e também protege o cabelo da ação muito forte do shampoo. Indicado para cabelos danificados e secos. 
SHAMPOO

Existe 3 tipos de shampoo, o de limpeza e de tratamento, e nestas divisões existem sub divisões, veja:


LIMPEZA:

  1. Anti-Resíduos: Usado principalmente por pessoas que possuem os cabelos oleosos, e precisam fazer uma limpeza mais profunda no cabelos, serve também para ajudar a tirar tinta ou pigmentação depositada nos fios, possuem o pH elevado, entre 7-8.
  2. Transparente: São os shampoos que normalmente fazem uma limpeza mais profunda, os transparentes normalmente são para cabelos normais a oleosos.
  3. Leitoso: Geralmente são shampoos para cabelos danificados e secos, eles tem a função de ajudar na recuperação dos fios.
  4. Translúcido: Eles também tem a finalidade de tratar os fios, porém não tanto como os leitosos. Este tipo de produto seria um “meio termo” entre o transparente e o leitoso. 
  5. Low Poo: Shampoo sem sulfatos, ele limpa os cabelos suavemente sem danificar o fio.
  6. Naturais: É produzido a partir de matéria prima vegetal, deve apresentar de 5% a 70% de ingredientes orgânicos.
  7. Orgânico: Também promove uma limpeza mais suave, e não agride a pele, é feito com compostos 100% naturais.
  8. Shampoo-Creme: é um shampoo na forma de creme, não espuma quase nada na limpeza, faz limpeza suave nos cabelos e ao mesmo tempo hidrata. Costumo falar que shampoos normais hidratantes, não hidratam, mas este realmente hidrata e trata o cabelo.
TRATAMENTO ou ESPECÍFICO:

Shampoos de tratamento como alguns pensam, não é para tratar os danos do cabelo, e sim para fins específicos, como:

  1. Anti-Queda: Muitas empresas de cosméticos oferecem hoje em dia shampoos anti queda, porém não existe shampoo que acabe 100% com a queda dos cabelos, e também esta queda não é a queda pela raiz, e sim por quebra dos cabelos. 
  2. Anti-Caspa: Shampoos anti caspa assim como o condicionador, possuem elementos específicos na formulação como sais de zinco e selênio, só deve ser usado por pessoas que precisam pois eles tem tendência a deixar o cabelo seco.
  3. Específicos: Existem shampoos muito específicos para tratar doenças como dermatite seborreica, psoríase, foliculite, entre outras doenças do couro cabeludo. Muitas destas vezes o shampoo tem que ser manipulado, para conseguir exatamente o produto ideal.

SHAMPOO A SECO:
Eu nunca usei e sinceramente não sei se funciona, a promessa do produto é: ter cabelos limpos e perfumados em todas as ocasiões, neutralizando odores e removendo a oleosidade dos fios, de forma instantânea sem deixar resíduos em pó.

Proteção solar - O que devemos saber.

Não é por o sol do Verão ter ido embora que devemos deixar de usar protetor solar. Há muitas coisas a entender ainda sobre ele.

1. Raios UVA e UVB.
Ambos danificam o DNA da pele. Os raios UVB causam as queimaduras solares e contribuem para desenvolvimento de cancro de pele. Já os raios UVA são ao grandes vilões do foto-envelhecimento, causando o aparecimento precoce de rugas e perda de elasticidade, e também contribuem para o cancro de pele.
2. O que é o FPS?
É a abreviação de Fator de proteção Solar, e indica o nível de proteção de um produto contra os raios UVB do sol. Para entender o que significa esse nível de proteção deve-se multiplicá-lo pelo tempo que a pele pode ficar desprotegida no sol, obtendo assim o tempo de proteção garantido pelo produto. Por exemplo: uma pessoa de pele clara pode ficar 10 minutos exposta ao sol sem ter queimaduras. Se ela aplicar um produto com FPS 30, terá então 300 minutos (10 x 30) de proteção solar, ou 5 horas.
3. Proteção UVA
É importante saber que o FPS é a medida apenas da proteção contra os raios UVB. A medida da proteção contra raios UVA é indicada com +, ++ ou +++. Prefere sempre produtos com proteção UVA ++ ou UVA+++. Se o produto não indicar o nível de proteção UVA, não compres.
4. Se é assim, porque é recomendado reaplicar o produto a cada duas horas?
Após duas horas na pele, o nível de proteção solar começa a ser reduzido, pois a atuação do produto é decrescente com o tempo. Além disso, essa estimativa é feita com base em estudos com condições controladas. No dia a dia, transpiramos, temos contato com roupas e vento, o que pode diminuir a eficácia do produto.
5. Manchas e envelhecimento da pele.
Com a exposição solar contínua, o colágeno da pele degrada-se, a pele perde elasticidade e torna-se mais flácida e enrugada. A produção dos melanócitos (células que produzem o pigmento da pele) torna-se errática e a pele fica com tom pouco uniforme e com manchas.
6. Como posso ter um bronzeado saudável?
Infelizmente, o único tipo de bronzeado saudável é aquele obtido com produtos que tingem a pele, ou autobronzeadores. Sempre que ficamos bronzeada com o sol, significa que danificamos a pele. O corpo aumentou a produção do pigmento melanina, que atua como o filtro UV natural da pele, na tentativa de proteger a sua pele dos danos da luz solar.
7. E os bronzeadores?
Nada mais são do que protetores solar de baixíssima proteção, que deixam a pele exposta aos danos do sol. Aquela cor “dourada” que observamos na pele é resultado de óleos presentes da fórmula que também tingem a pele.
8. E a maquilhagem com FPS?
Se o produto expõe no rótulo o nível da proteção UVB e da proteção UVA, podem usar como protetor solar. Atentando-se sempre para aplicá-lo em quantidade suficiente e reaplicá-lo a cada duas horas.
9. Eu tenho pele oleosa. Qual produto devo usar?
A exposição da pele desprotegida ao sol pode aumentar a incidência de acne. Procura produtos com fórmulas em gel, oil-free e com o indicação “não comedogênico” no rótulo, o que significa que o produto foi testado em voluntários e não provoca o aparecimento de acne.
10. Qual a forma correta de aplicar o produto?
Aplicar o protetor solar diariamente no rosto e em partes do corpo expostas à radiação. Aplicar cerca de 15 minutos antes de se expor ao sol. Reaplicar a cada duas horas.
11. E a vitamina D?
Bastam 20 minutos de sol algumas vezes por semana para que o organismo produza a vitamina D em quantidades suficientes. 
12. Se o sol faz tão mal assim, porque é tão gostoso?
Algumas pesquisas mostram que o sol pode causar dependência. Isso ocorre pois a pele produz endorfina em resposta à luz natural de amplo espectro, gerando sensação de bem-estar. Além disso, ocorre também a sensação de bem-estar psicológico, pois a luz solar é associada a momentos de lazer e relaxamento.

Erros de maquilhagem

  • Sombra sem esfumar - Esfumar é a regra número 1 a partir do momento em que decidimos colocar sombra. Podemos fazer isso com os dedos caso não tenhamos nenhum pincelzinho.
  • Sombra sem usar máscara -  Não, não e não... Máscara sem sombra ok, sombra sem máscara jamais!!!!! 
  • Não fazer a pele - O mínimo dos mínimos é dar uma arrumadinha no olhar, passar blush e batom, não usar corretor na pele faz as olheiras e possíveis manchinhas aparecerem, a não ser que tenhamos a pele perfeita.
  • Cores, cores e mais cores - Nem preciso falar.
  • Sombra cintilante prata - Não.
  • Lápis de olho preto na linha d'água sozinho -  O lápis sozinho fica feio. Corretor, máscara, blush e batom é o ideal.

Vários nomes para a mesma substancia: Oleo mineral

domingo, 29 de setembro de 2013

Vários produtos para o cabelo como mascaras, leave-in, serum, condicionador entre outros contem petrolatos, que não tratam o cabelo, apenas o maquilham disfarçando as pontas secas e o cabelo mais estragado.

Fiquem aqui com a lista dos vários nomes sinónimos para identificarem os ingredientes nos vossos produtos.

Princesas da Disney Fantasiadas

Um bocadinho de animação hoje com as princesas mascaradas :)